Pages

04 novembro, 2008

...onde sou você...

Conversa evolutiva, espirituosa...
Elevamo-nos a outro nível mental, a outro mundo.
Transportamo-nos profundamente no ser.
Perco-me em palavras ditas, extraídas de um ser consolador.
Deixo-me envolver com o assunto, levo-me aos sonhos profundos de minh’alma.
Anseio sem medo os teus braços
que me pegam feita à criança descalça
que brinca, tripudia os medos...
Liberta-me dos desejos impuros,
quando pulo o muro da imaginação.
E observo que no mundo
não somos tão diferentes.
Ambos transparentes
que do amor não ver doente
o ser na frente há desejar.
Desfrutar do sentimento sem medo,
d’um abraço sentir o aconchego
e o sorriso que os lábios ficam a delinear.

Onde você sou eu?...

Em momentos de carência, no desplante
conduzimos a nos beijar...
Sou você por alguns momentos,
nos sonhos mais belos está presente,
nos momentos de tristeza se faz ausente...
Cadê você, onde posso lhe encontrar?
Lembro-me que estás sempre comigo,
Estás no oculto do meu ser - no infinito sentir...
Feliz, sinto-me por saber que vem sem medo.

Abraços e beijos logo cedo,
encontra-se a desfrutar.
Amo te, e você?
Postar um comentário