Pages

01 novembro, 2008

Beckettiano

“Herói” deplorável de um mundo absurdo...
Expressão beckettiana do sofrimento.
“os homens morrem e não são felizes”
Pensam no libertador suicídio
Na terra tudo vai - mal...
Além das palavras sem atos
Nascer – sofrer – morrer
Nada justifica a existência do homem
Que profere desalentadas afirmações
Quanto à vinda, submisso...
Fala da vida como se fosse teatro
Vive o teatro como se fosse à vida
Questionamento beckettiano se a firma
- onde há os valores espirituais, se o homem
esta preso ao corpo e suas funções e necessidades?
Postar um comentário