Pages

04 novembro, 2008

Filotônia existencial

Dois seres em comparação
Duas mulheres sem direção
Uma perdida pela paixão platônica,
Amor cego
Seduzida pelo jeito angelical.
Ama-o, mas não a ama.

Outra politizada, com filosofias de sobrevivência...
Completamente diferentes aos olhos do mundo.
Acredita ser perfeita, ser desejada por todos • és louca...
Mas, a sua paixão!

No meio um ser em evidências
Um triângulo complexo para se resolver
Sem ângulos exatos para serem medidos
Diga-me ser EVI... O que farás?
Explica-me como resolver esta filotônia existencial!

N’um avanço da magia intelectual perdem-se no fim.
No decorrer ficarás entregue ao porvir...
Ficarás só como todos no mundo,
E quem escolhera para ti?
Postar um comentário