Pages

29 dezembro, 2008

vIDA

. . . vejo-a como um grande antro ideológico,
onde nos moldamos a cada instante . . .
com seus intervalos precisos
para refletirmos um pouco sobre ela
(aqueles momentos que achamos ruins,
são os principais para que isso aconteça).
Onde se faz presentes mundos em apenas um só mundo,
vidas dentro de outras vidas . . .
a maior preciosidade que tenho . . . a V I D A .
Enquanto ao futuro, tenho como uma incógnita gigantesca.
Prefiro sempre desfrutar do momento presente,
pois, os planos não passam de uma mera alusão desejada . . .



Jones Moreira
Postar um comentário